FaleRPG - Mensagens Recentes

Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou o Registro.
Junho 25, 2018, 04:43:28 pm

Início Ajuda Busca Calendário Logar-se Registrar Jogar Dados Voltar para o Site The Geek Space 9
+  FaleRPG
|-+  Mensagens Recentes

Mensagens Recentes

Páginas: 1 2 3 [4] 5 6 7 ... 10
31
O Reino da Vastidão de Além-Mar / Re:OFF: A Taverna do Além-Mar
« Última Mensagem: por Jean Valjean Online Agosto 25, 2017, 05:55:55 pm »
O que eu posso ou não colocar nos sonhos do Cael?
32
O Reino da Vastidão de Além-Mar / Re:Capítulo Um - A Ilha dos Desafios
« Última Mensagem: por Ninna N. P. Gomes Online Agosto 24, 2017, 09:51:47 pm »
- UAI! Que isto, você voltou? Onde você estava? Pensamos que tinha morrido. Por que não procurou a gente antes? O que vai fazer com estas cordas?

Enquanto a fada falava e se dirigia voando ate a cabeça de Retha, a artesã respondia com a mesma velocidade, mas não com a mesma sagacidade.

– Em outras palavras, sobrevivi. Primeiro em um bau, depois estive no porto, depois em ... Mas é claro que tentei procurar por vocês, contudo eu ... O quê??

A garota estava a olhar para a fada quando a ultima pergunta a chama a atenção. Ela olha para baixo e de fato havia uma corda improvisada em suas mãos, não recordando a que momento tivesse começado o projeto. Retha se sentia desconfortável com aquilo. Não era a primeira vez que tinha lapso de atenção, ou de memória, onde a um momento ela estivesse a fazer algo e depois estivesse a fazer outra coisa diferente. A mais grave, uma vez, foi quando Retha estava no teto do celeiro da família Khurshid sem lembrar como chegou ali, apenas recordando como estava de passeio na varanda da fazenda, o qual mais tarde a garota foi flagrada pelo irmão Oluchi tentando descer do teto. Ele apenas contou para Mauru, onde ambos trocavam conselhos e zombarias com Retha sobre o assunto por um tempo. Após o devaneio, entretanto, a garota retoma a atenção para Syllence e para a nova personagem semelhante a Drow.

Enquanto a fada partia para Cael, Retha colocava as cordas sobre os ombros e caminhava para cumprimentar as duas. – Oi pessoal. Estão tão cansados como Cael? Falava para Syllence e depois para a criança, acenando para a garota, ao mesmo tempo abria um sorriso. – Oi, eu sou Retha Ayodele... Ou se preferir, o 5º elemento. Era intrigante, e talvez excitante, para a artesã conhecer alguém com a mesma idade, mas de um povo diferente. Afinal, será que todas as crianças eram semelhantes?
33
O Reino da Vastidão de Além-Mar / Re:OFF: A Taverna do Além-Mar
« Última Mensagem: por Jean Valjean Online Agosto 24, 2017, 09:40:22 pm »
Vou fazer o Cael sonhar com a Syllence dançando:



Ao som desta música:

34
O Reino da Vastidão de Além-Mar / Re:Capítulo Um - A Ilha dos Desafios
« Última Mensagem: por JP Vilela Online Agosto 23, 2017, 05:48:29 pm »
O sujeito olhou para o caminho apontado pela estranha, e após um breve momento escolhendo as palavras que iria utilizar, voltou-se a ela: 

- Meu nome ser Iyas… Ser viajante. - respondeu em um tom neutro, enquanto estudava… ou fingia estudar, os detalhes arquitetônicos da casa da endivida - Estar aprendendo a ilha.  Por você perguntar? - Inquiriu, sem muita vontade de manter uma conversa muito longa com aquela pessoa. 

Mesmo com aquele preconceito que acabava por sentir ao estudar a desconhecida por não mais que alguns segundos, o jovem adulto tentava usar a razão e se esforçava para não expressar o incômodo que aquele ar nobre da mulher o fazia sentir. Iyas mais do que ninguém entendia o que era ter pessoas o julgando precipitadamente pela sua aparência, principalmente depois que as manchas em sua pele começaram a aparecer e muitas pessoas evitavam chegar perto, com medo dele portar alguma doença contagiosa ou algo do tipo. Sua mente sempre chegava em conclusões precipitadas sobre tipos de pessoas mesmo ele sabendo que não era o melhor em deduzir como alguém era apenas analisando seus comportamentos. Portanto tentava no mínimo não parecer um completo arisco… Embora muitas vezes suas habilidades sociais não lhe ajudavam muito. 



35
O Reino da Vastidão de Além-Mar / Re:Capítulo Um - A Ilha dos Desafios
« Última Mensagem: por Wyczek Online Agosto 21, 2017, 04:51:30 am »
Vanessah

Enquanto se esforçava de forma até hiper-bólica a tenta fazer o pobre do Cael a dormir "a força", Vanessah de repente tem um estranho insight, sob a atmosfera de Arkhóreas: Ela percebe como se não precisasse de fato aguardar que outros dormissem, de modo a acessar algum conteúdo precioso de suas mentes confusas; era como se um Espírito grandioso, como talvez, quem sabe, o do Oceano, a estivesse transmitindo tal mensagem, por cada gotícula de vapor d'água do ambiente que encostava em sua pele...

Por que então, estava Vanessah quase a enfiar tampa-ouvidos e tapa-olhos na figura do jovem elfo massivo exausto e irrequieto - na (des)esperança de que, com tal feito talvez, o fizesse cair no sono espontaneamente -, se ela podia simplesmente ela mesma buscar a sua própria "caminha", e dali justamente, começar a acessar o Mundo dos Sonhos - e dos Pesadelos? navegando pelos conflitos emocionais profundos das mentes alheias?
36
O Reino da Vastidão de Além-Mar / Re:OFF: A Taverna do Além-Mar
« Última Mensagem: por Wyczek Online Agosto 21, 2017, 04:38:24 am »
Acho que com 6 dá pra invadir a mente dele e fazer dormir na marra. Agora é entrar no Mundo dos Sonhos. É só entrar?

Acredito que possivelmente; aliás, se é um Teste de Jogador, é o próprio Jogador quem deve decidir isso, e não o Narrador.

No entanto, você acabou se esquecendo de uma regrinha básica: os Testes de Jogadores SÓ não podem ser utilizados é para afetar diretamente outras PJs (embora possam afetar o Mundo e outras NPCs a vontade).

Daí, como é que eu resolvo essa situação? Posso utilizar esse teste pra outra coisa relacionada:
A ideia que eu tive agora, foi a seguinte: o Cael - e qualquer outra personagem aliás - não precisa estar dormindo para que Vanessah procure acessar o seu 'inconsciente' - mas ela sim.

Então, a Vanessah pode entrar num estado de sonho antes dos outros no aposento, e já ir investigando e espreitando - ainda que de modo mais superficial - as mentes deles, antes mesmo de eles resolverem dormir propriamente, mas aguardando para quando tal momento chegar.
Por que ela nunca fez isso? Talvez porque ela não soubesse que isso fosse possível, e acabou de ter um insight misterioso a respeito dessa possibilidade.

A ideia então, é antecipar a cena que eu tinha planejado para a Vanessah, enquanto alguns outros jogadores resolvem outras coisas.
37
O Reino da Vastidão de Além-Mar / Re:OFF: A Taverna do Além-Mar
« Última Mensagem: por Jean Valjean Online Agosto 20, 2017, 09:53:04 pm »
Acho que com 6 dá pra invadir a mente dele e fazer dormir na marra. Agora é entrar no Mundo dos Sonhos. É só entrar?
38
O Reino da Vastidão de Além-Mar / Re:Capítulo Um - A Ilha dos Desafios
« Última Mensagem: por Jean Valjean Online Agosto 20, 2017, 09:50:17 pm »
- Afff... Mas que elfinho difícil, pra que tanta frescura? Aff, vocês elfos são formais demais. Será que eu vou mesmo ser obrigada a fazer você dormir na marra? Allegro, vê se acha uma maça ou uma pedra grande, talvez vai ter que ajudar a titia Vanessah aqui. Agora deixa de frescura e deita logo Cael. Aproveita que tá só o bagaço de cansado e dorme.

Ele ainda resmunga, mas Vanessah massageia a cabeça dele enviando energias para seu córtex pré-frontal, responsável por pensamentos abstratos, ao mesmo tempo que cantava para ele.



Assim ela o enfeitiça para dormir mais rápido.
39
O Reino da Vastidão de Além-Mar / Re:TESTES: Rolagens de D6
« Última Mensagem: por Jean Valjean Online Agosto 20, 2017, 09:34:29 pm »
Jogando Sonho para ver se entro na cabeça do Cael na marra.

Rolled 1d6 : 6, total 6
40
O Reino da Vastidão de Além-Mar / Re:Capítulo Um - A Ilha dos Desafios
« Última Mensagem: por Natbear Online Agosto 20, 2017, 05:47:48 pm »
- Talvez... Talvez seja melhor eu tentar arranjar outro quarto, mas... - neste instante Vanessah, Allegro e Syllence entraram no quarto repentinamente e o elfo se calou, chegando a encolher-se sobre a cama ao perceber que eram elas. O alívio momentâneo deu lugar ao medo. Medo não só do que poderia fazer, ou do que tinha feito com Syllence e Iyas no andar da taverna, mas medo da reação que aquilo geraria em qualquer um deles. Como iriam reagir à uma pessoa que poderia resolver atacá-los sem motivo nenhum, quando antes era seu amigo?

Não tendo coragem de encarar o julgamento no olhar de seus companheiros, Cael manteve os olhos no chão até que ouviu o tom habitual da fada se dirigindo à ele... O elfo imaginou que a fada não daria a real importância para o que estava acontecendo. Ela era assim. Mas Syllence, por outro lado, era bem diferente...

Sem erguer os olhos ele tentou responder em um tom de voz falho e acuado:

- Eu... Talvez seja melhor eu... Melhor eu ir dormir em outro lugar. - apesar de dizer isso não chegou a se levantar. Continuou na mesma posição, dividido entre vários pensamentos, mas sem saber realmente como agir.

Páginas: 1 2 3 [4] 5 6 7 ... 10
SMF 2.0.10 | SMF © 2014, Simple Machines
Simple Audio Video Embedder

FaleRPG, Mensagens Recentes - Theme by Mustang Forums
Página criada em 0.155 segundos com 19 procedimentos.